A imprensa brasileira e o casamento mais chato do século


Alguém já viu coisa mais estranha?
Finalmente chegou ao fim essa chatice que se transformou o noticiário brasileiro nos últimos dias sobre o casamento real, como se o enlace matrimonial de um rapaz mimado e uma dondoca sem carisma interessasse ao resto do mundo.

A imprensa brasileira, que já demonstrou despreparo para grandes coberturas, a todo momento enfiava garganta abaixo do brasileiro a história do casamento real. Televisão, emissoras de rádio, jornais, revistas e até os sites noticiosos da Internet se renderam a essa notícia que nada de proveito trouxe aos brasileiros.

Enquanto todas as emissoras de TV aberta se preocupavam em fazer transmissão do casamento real, com apresentadores disputando quem falava mais besteiras ao vivo, notícias que realmente interessam ao povo deixavam de ser divulgadas.


Casal sem graça

Enquanto a imprensa boba se preocupava em transmitir um casamento sem graça, com um monte de pessoas cafonas, usando adereços ridículos que mais pareciam fantasias de circo, os políticos certamente preparavam na surdina alguma surpresa desagradável para a população.

Não dá para entender o que se passa na cabeça dos diretores de programação das emissoras do país. Todas as emissoras preocupadas em transmitir um casamento, supondo que assistir àquele festival de breguice fosse uma unanimidade no país.

Muitas pessoas, que como eu não queriam nem ouvir falar de casamento real, ficaram órfãos de notícias que realmente interessam. Felizmente acabou a chatice das transmissões do casamento real. Aliás, um casamento que já teve iniciada a contagem regressiva para a separação.

Pior que a falta de assunto da imprensa nacional, foi ver como as mulheres brasileiras são fúteis: estavam preocupadas apenas em saber quanto custa determinada roupa, que tipo de chapéu esta ou aquela celebridade estava usando, ou em reparar nos detalhes de moda e vestimenta das pessoas presentes ao evento maçante.

Ver a imprensa dando um espaço tão grande e tantas pessoas preocupadas com um casamento desses me deixa perplexo. É essa mesma imprensa fútil e essas pessoas que no dia a dia reclamam de preconceitos, discriminações, leis que ferem direitos constitucionais etc. Não entendem que existir em nossa sociedade moderna realeza e indivíduos nobres, ou seja, superiores ao cidadão comum, é o mesmo que aceitarmos que existem pessoas superiores às outras em pleno seculo XXI.

É o mesmo que aceitarmos que pessoas de maior poder aquisitivo possam humilhar pessoas mais humildes, que se julguem superiores aos índios, negros, nordestinos, operários, e tantos outros cidadãos hipossuficientes existentes em nossa sociedade.

Aplaudir a monarquia inglesa, elevar a breguice de um casamento real a acontecimento do século, é o mesmo que reconhecer a inferioridade. O Brasil não merece uma imprensa submissa. O nosso povo não merece ser sugestionado a ponto de achar espetáculo, um evento de tão mau gosto.

Francamente não dá para entender o que o brasileiro ganha dando ibope para um casal sem graça, que todos sabem qual fim terá, e para um país que não respeita nossos turistas. Será que todos já se esqueceram do Jean Charles, morto covardemente em Londres?

Que Deus salve o povo brasileiro e o livre da futilidade da imprensa comprometida com inutilidades.

Comentários

Marinalva Silva disse…
As tvs acham que a gente tá querendo ficar vendo essa bobagem toda de casamento real. Todos se lembram do que aconteceu no último casameno de príncipe com plebéia. Chifre pra tudo que é lado, né? Esse Wilham que segure o pé, pois a dele também é plebéia, hehehe
Thadeu Schmidt disse…
A divulgação dada a este casamento pela imprensa brasileira é uma perda de tempo e de espaço que poderia estar sendo utilizado em coisa mais útil para a sociedade.
Siléia disse…
Foi a coisa mais chique que já vi
Cláudio Sotero disse…
Meu amigo Elvécio, esse casamento foi a coisa mais linda do século. Estou encantada com todo aquele luxo e meu sonho é ter um casamento daquele, com um príncipe.´E verdade que ele é muito feio, mas é melhor um principe feio do que um sapo bonito, huahuahuahua
Cláudia Sotero disse…
Urgente. Onde se lê Cláudio Sotero, leia-se, pelo amor de Deus, Cláudia Sotero
Marcela, Mantena/MG disse…
Parabéns Elvécio pelo comentário. Isso só mostra a cabeça iluminada que vc tem. Com relação às mulheres fúteis, vc tem toda razão. Nunca vi tanta futilidade. Parabéns...
Milady disse…
KKKKKKK, vou compra um chapéu desse pra mim. Que coisa mais ridícula
Revoltado disse…
Isso é que chamo de falta de noção deste povo… A realeza britânica fazendo farra com dinheiro público britânico enquanto a economia europeia está em frangalhos e o mundo todo achando isto bonito e aplaudindo
Discordo plenamente de todos que falam mau do casamento real, pois foi o evento mais marcante deste século. Quem não tem capacidade para entender a beleza e a importância de um casamento real só pode ser frustado. Achei lindo tudo aquilo e acredito que tão cedo num teremos outro evento de tamanha envergadura.
Marilda disse…
A duquesa até que é bonitinha, mas o príncipe bem que merecia coisa melhor, apesar de ser muito feio, hehehe
Toninho Pereira disse…
Gostei de sua posição sobre esse assunto que saturou na imprensa nacional, não deixando espaço para notícias que poderiam interessar ao povo brasileiro. Vc está certo qd diz que isso não traz nada de benefício para o nosso país. Gostei também da posição do Revoltado, que bem expressa a palhaçada que foi aquele casamento com tanta pompa, qd a Europa passa por momentos críticos em sua economia.
Marisa Coelho, Mantena/MG disse…
Que coisa mais feia criticar um casamento tão bonito, um verdadeiro sonho. Qa mulher daria tudo para estar no lugar da princesa. É um verdadeiro conto de fadas e não merece ser criticado. Num teve nada de chato não.
Cris disse…
O casamento real foi maravilhoso, eu daria tudo para estar lá como tantas pessoas sortudas estavam. Vcs criticam ded inveja pq naum puderão tá lá também.
Martinha disse…
Essa istória de casamento real já inxeu o saco da gente. Vamo pará de falar naquele pessoal. A gente num ganha nada com isso né?
Conceição Marcelino Freitas disse…
Qta futilidade desse povo que está defendendo o casamento real. Concordo que não havia nenhuma nececidade de fazer essa transmição bastava fazer notas do acontecimento sem precisar ocupar todo espaço das tvs e privar a gente de ver os noticiários.
Nath disse…
Eu acho totalmente desnecessário esse reboliço da imprensa por causa de um casamento que não vai mudar em nada a vida dos brasileiros, e quanto as pessoas que elogiam esse casamento, só elogiam por causa do luxo e do dinheiro, existem coisas muito mais importantes em um casamento do que O DIA DO CASAMENTO, queria ver a imprensa falar tanto se fosse um pobretão se casando, ou entao as pessoas elogiarem tanto,pois,o mundo se resume hoje em apenas duas palavras para as pessoas: DINHEIRO E PODER, isso realmente é uma pena!
Anônimo disse…
Jente, esse papo de casamento já deu o que tinha de dar, vamos botar uma pedra sobre isso né?
Roberto Carlos disse…
Enquanto toda imprensa estava ocupada com esse casamento ridículo e de faixada, o mundo não tomava conhecimento da morte do maior terrorista do mundo, bin laden. Eta imprensazinha fajut...
Clevernei Souza disse…
O Roberto Carlos tem razão. Enquanto a imprensa estava preocupado com um casamento de faxada, o tal Magno Malte estava maquinando essa idéia maluca de prisão perpétua para enganar o povo leigo que não sabe que no brasil não há como ter a prisão perpétua e nem pena de morte.
Zé Carlos disse…
Vc podia comentar tb a morte do bin laden, que estão dizendo que foi morto e não apresentam o corpo com desculpa furada de que foi jogado no mar...
Anônimo disse…
Meu caro Elvécio Andrade quero através desse Comentário parabenizar sua belíssima postagem, a imprensa brasileira atualmente está uma vergonha, que perda de tempo focar em um casamento que não vai mudar em nada a vida dos brasileiros , enquanto isso os políticos continuam farreando, noticias que realmente importa não são mostradas.
Parabéns amigo !! e aos idiotas que ficaram encantados com essa bobeira acordem pra vida , pois o tempo ta passando e o que vocês tem nessa vida pra deixar pros seus filhos ?.Marcos Renan Borges
Acadêmico de Direito UNIDERP- CAMPO GRANDE - MS