Jovem descobre que companheiro era mulher e pedirá indenização na justiça

Wang não se conforma de ter sido enganada com tanta facilidade
É cada coisa que acontece pelo mundo, que chega a causar dúvidas de sua veracidade. Na Província de Zheijang, na China, uma história um tanto quanto estranha envolvendo a cidadã Wang Qi, 40 anos, causou espanto na população. E não é pra menos, pois não é todo dia que se tem esse tipo de revelação.

O fato é que Wang Qi conheceu um rapaz pela internet, mas não deu muita bola no início. Mas, com o passar do tempo começaram a conversar com mais frequência, até que decidiram se encontrar e do encontro para uma paixão avassaladora foi apenas um passo. E os dois acabaram decidindo ficarem juntos.

Entretanto, como na maioria dos casos de convivência, o amor foi esfriando, o relacionamento ficando cada vez mais difícil, as palavras de amor e carinho foram substituídas aos poucos por ofensas e grosserias, até que depois de seis meses os dois decidiram colocar um ponto final na fracassada história de amor.

Assim que o parceiro, cujo nome não foi divulgado, saiu de casa, Wang descobriu que ele tinha deixado uma dívida equivalente a R$ 150 mil. Por isso ele não atendia telefones e mudou os nomes nas redes sociais. Inconformada, Wang procurou a ajuda de um detetive amador para descobrir o paradeiro do ex-companheiro.

Para surpresa de Wang, o profissional descobriu que seu ex-companheiro era, na verdade, ela e que na sua identidade constava o sexo feminino. Os pais da golpista, ao serem localizados, confirmaram que se tratava de uma mulher que sempre se vestia de homem e que já tinha aplicado o golpe em outras mulheres.

Chocada com a descoberta, Wang Qi enfatizou que mesmo tendo feito sexo com a golpista por algumas vezes, nunca notou que se tratava de uma mulher. Além do mais, segundo Wang, sempre que as duas saíam, a golpista usava o banheiro masculino. Agora Wang vai recorrer à justiça para ser indenizada pelo falso companheiro.


Comentários