Mulheres queimam e mutilam criança de cinco anos durante ritual vodu

As irmãs Rachel e Peggy deverão ser condenadas nesta quarta-feira
As irmãs Peggy LaBossiere, 51 anos e Rachel Hilaire, 40 anos, foram presas sob acusação de ter obrigado uma menina de cinco anos a participar de um ritual de vodu em Massachusetts, nos Estados Unidos. A criança foi amarrada, queimada e ficou parcialmente desfigurada.

O ritual foi solicitado pela mãe da criança, alegando que ela estava dominada por um demônio que a fazia se comportar mal. De ascendência haitiana, a mãe não foi acusada, mas receberá tratamento psiquiátrico. Quanto às irmãs, elas estão com o julgamento marcado para esta quarta-feira, 07.

Os policiais descobriram, ainda, que as criminosas ameaçaram cortar a cabeça do irmão de oito anos da menina torturada. O garoto contou aos policiais que sua irmã foi amarrada em duas ocasiões, quando as mulheres atearam fogo em seu rosto e fizeram cortes no braço e no pescoço.

A criança, que está sob responsabilidade de entidades assistenciais, disse que as mulheres pingaram uma substância que pinicava em seus olhos e retiraram sangue do seu irmão com uma agulha. Ela sofreu queimaduras de terceiro grau no rosto, o que a deixará com o rosto permanentemente desfigurado.

Peggy e Rachel se declararam não culpadas por mutilação, agressão e outras acusações, negaram ter ameaçado o irmão dela e disseram à polícia que realizaram banhos de limpeza para familiares e amigos no passado e que às vezes as crianças ficam queimadas quando os espíritos deixam seus corpos.



Comentários