Assassinato brutal. Estudante brasileira de medicina é morta a facadas no Paraguai

Erika era filha do ex-prefeito Raniel Corte

Com mais de 16 golpes de faca, a maioria na região do pescoço, foi morta a estudante de medicina Erika de Lima Corte, 29 anos, filha do ex-prefeito Raniel Corte, da cidade de Pontal do Araguaia/MT. O crime aconteceu nos primeiros minutos desta segunda-feira, 20, segundo a polícia.

Erika foi assassinada brutalmente na casa em que residia há mais de um ano na cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero, que faz fronteira com Ponta Porã/MS. O corpo da estudante, que foi encontrado por uma colega de quarto, será encaminhado ao Brasil no decorrer da semana.

A Divisão de Homicídios e a Polícia Técnica do Paraguai estiveram no local e descartam prática de tortura e violência sexual. Disseram, ainda, que os golpes atingiram todo o corpo, com mais intensidade na região do pescoço. A arma do crime e o celular da vítima não foram encontrados no local.

Os familiares de Erika disseram que ela foi para o Paraguai há um ano e meio para estudar medicina e vivia com uma amiga. A polícia ainda não sabe quem foi o autor do brutal assassinato, mas está no encalço do namorado da vítima para obter maiores esclarecimentos sobre o caso.



Comentários