Até ela? Irmã de Neymar está cumprindo pena alternativa por falsidade ideológica

Rafaella conseguiu a CNH na moleza e se deu mal

A exemplo do irmão Neymar Júnior que se envolveu com a justiça por sonegação de impostos, Rafaella Santos foi denunciada pelo Ministério Público por falsidade ideológica por fornecer dados pessoais a uma servidora do Detran, em Hortolândia, São Paulo, para a obtenção de CNH.

O processo, que corria em segredo de justiça até o início deste ano, foi iniciado no ano de 2015, ocasião em que o fato ocorreu. De acordo com informações constantes do processo, Rafaella Santos conseguiu a habilitação sem precisar fazer as provas obrigatórias, o que é proibido por lei.

O processo que tramita na 2ª Vara Criminal de Santo André/SP foi suspenso e Rafaella, cuja pena seria de um mês a cinco anos e multa, obteve pena alternativa, que a obriga a se apresentar ao fórum a cada dois meses e não se ausentar da cidade por mais de oito dias sem autorização judicial.

Além de não poder se ausentar por mais de oito dias sem autorização da justiça, ela também não poderá ingerir bebidas alcóolicas em público e terá que se recolher sempre às 22h. Ao ser procurada a Assessoria de Imprensa de Rafaella Santos disse que não comentaria o processo.




Comentários