Cena de terror. Mulher é morta a facadas com a filha de sete meses no colo

Luana três horas antes de ser morta

Ao voltar de um passeio com a família, Luana Alves de Albuquerque, 25 anos, foi abordada por um bandido, que exigiu a entrega de seus pertences. Assustada, Luana ficou nervosa e acabou sendo morta na frente de uma filha de sete meses que estava em seu colo, e outra de dois anos.

Tudo aconteceu quando Cosme Joaquim, 40 anos, marido de Luana, parou no acostamento para trocar o pneu do carro que tinha furado e ela ficou no banco de trás com as filhas e com a porta aberta. Foi então que surgiu um homem de bicicleta e a abordou, agindo com violência.

O crime ocorreu no domingo, 22, na Rodovia Rio-Santo (BR-101), na altura de Itaguaí, na Baixada Fluminense. Cosme disse que não percebeu o que estava acontecendo e que ao ouvir Luana o chamar, foi até onde ela estava e a encontrou caída, com marcas de facadas no pescoço.

A filha de sete meses de Luana ficou encharcada de sangue da mãe, e a filha mais velha entrou em desespero com o acontecimento ocorrido a 500 metros de um posto da Polícia Rodoviária Federal O corpo da vítima foi encaminhado ao IML de Campo Grande, na Zona Oeste do Rio de Janeiro/RJ.

Cosme tentou pedir ajuda, mas Luana morreu no local. O bandido levou celular e dinheiro de Luana e documentos de Cosme, que foram encontrados num matagal a cerca de vinte metros do local do crime. O crime está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense.





Comentários