Homem mata e esquarteja mãe e filha de cinco anos e espalha pedaços pela cidade

Bruna e a mãe Francileide foram esquartejadas

Um crime bárbaro praticado pelo produtor rural Luiz Carlos Martins, 47 anos, assustou os moradores da pacata cidade de Silvianópolis/MG. Ele, que esquartejou a esposa e matou a enteada de cinco anos com requintes de crueldade, foi preso no sábado, 10 e confessou o crime.

Os crimes foram praticados no dia 27 de outubro e na terça-feira, 06, populares encontraram pernas na beira de uma rodovia em São João da Mata/MG e acionaram a polícia, que esteve no local e as recolheu. Graças às tatuagens nas pernas a polícia conseguiu chegar ao criminoso.

O delegado Rodrigo Bartoli disse que Francileide Assis Barbosa, 26 anos, trabalhava como garota de programa no Sul de Minas e ao conhecer Luiz Carlos, mudou com ele para Silvianópolis. Tempos depois levou a filha Bruna Carla Assis, de cinco anos, para morar com eles.

Depois de cair em contradições e ser desmascarado em depoimento, Luiz Carlos confessou o crime e disse ter sido ameaçado pela mulher com uma faca, mas conseguiu desarmá-la e a atingiu na cabeça com um martelo. Com o barulho a menina foi procurar a mãe e também foi atingida.

Em seguida Luiz Carlos levou os corpos para o porão da casa e os esquartejou. O corpo da criança foi encontrado em uma fossa no sítio da família onde ele trabalhava, e do da mulher algumas partes foram enterradas, outras deixadas num rio e outras à beira da estrada.

Nem todas as partes foram recuperadas, e as que foram localizadas, foram encaminhadas ao IML de Pouso Alegre e serão encaminhadas à família da vítima na Bahia, Estado onde nasceu. Luiz Carlos, depois de ouvido e indiciado, foi levado para o Presídio de Pouso Alegre.




Comentários