Homem que matou a ex-mulher é reconhecido na rua e preso pelo primo dela

Momento da prisão do assassino Vanclécio

Ao ser reconhecido na rua por parente da vítima, o assassino Vanclécio Cordeiro foi preso e conduzido à Divisão de Homicídios de Vicente de Carvalho/RJ. Ele percorria uma rua perto do Bairro de Colégio, também na Zona Norte, quando foi reconhecido e preso.

Orlando Nunes, 1º sargento do Exército e primo de Fernanda de Souza Siqueira, assassinada no domingo, 18, reconheceu Vanclécio e o deteve até a chegada dos policiais do 9º BPM de Rocha Miranda. Fernanda foi morta pelo ex-marido na porta do prédio onde morou com ele.

Fernanda demonstrava alegria de viver
Conduzido à Divisão de Homicídios, Vanclécio confessou o crime e disse ao delegado Luís Otávio Franco, que preside o inquérito, que matou a ex-mulher por ciúmes. Em vista disso, ele responderá por homicídio triplamente qualificado e permanecerá em prisão temporária.

Fernanda foi morta depois de ser atraída por Vanclécio para a casa onde morou com ele desde 2015, quando se casaram. Ele pediu a ela que devolvesse a chave do imóvel e acabou a matando com facadas. Uma faca de cerca de 30 centímetros foi aprendida no local.

Parentes de Fernanda disseram à polícia que Vanclécio tinha brigas constantes com a ex-mulher, e quando ela decidiu se separar ele não aceitou o fim do relacionamento. Apesar das agressões do ex-marido, Fernanda nunca procurou a polícia e ele não tem antecedentes criminais.




Comentários