Juiz mantém na cadeia homem que matou a mulher e dormiu ao lado do corpo

Alexon tentou enganar a polícia dizendo que a mulher tinha suicidado

O indivíduo Alexon Bezerra Rocha, 33 anos, que matou a mulher Arlete Campos Oliveira, 49 anos, com uma facada na barriga e dormiu ao lado do corpo dela o resto da noite, teve prisão preventiva decretada durante audiência de custódia realizada na quarta-feira, 07.

O juiz Gabriel Moreira Carvalho Coura, do Recanto das Emas, que manteve Alexon algemado durante a audiência por falta de policiais suficientes, destacou que as circunstâncias em que o crime foi praticado indicam gravidade a ponto de justificar a prisão preventiva.

Apesar de ressaltar que os depoimentos das testemunhas e as ocorrências registradas pela vítima contra o marido por violência doméstica assegurarem indícios suficientes da autoria criminosa, o magistrado defende uma investigação mais profunda do ato criminoso.

Durante o enterro de Arlete na terça-feira, 06, no Cemitério de Taguatinga, a filha mais nova, de 12 anos, causou emoção ao perguntar quem iria cuidar dela agora que a mãe estava morta. Familiares e amigos fizeram oração e pediram justiça durante a cerimônia de despedida.




Comentários