Polícia prende Pabllo Vittar com 750 papelotes de cocaína na saída do Morro do Borel

Parte da droga apreendida com Pabllo Vittar

Um total de 750 papelotes de cocaína foi apreendido na terça-feira, 19, em poder de Pabllo Vittar, um dos líderes do tráfico de drogas do Morro do Borel, na Tijuca, Zona Norte do Rio de Janeiro. Além da droga, foram apreendidos, também, um celular e dinheiro. Ele foi conduzido à Delegacia de Polícia, onde foi autuado em flagrante.

Segundo os policiais militares da UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) do Borel, Pabllo Vittar, cujo verdadeiro nome não foi divulgado, estava saindo da comunidade de carro, quando foi abordado. A droga, o dinheiro e o celular foram encontrados dentro do veículo e encaminhados à Delegacia de Polícia junto com o criminoso.

Conhecido no mundo do crime pelo mesmo nome do cantor Pabllo Vittar, o traficante não tem nenhuma relação com o artista. De acordo com a polícia, ele era responsável por realizar o transporte de drogas entre comunidades pertencentes à facção Comando Vermelho e foi preso após monitoramento do Núcleo de Inteligência da PM.





Comentários