Caminhoneiro é acusado de matar travesti atropelado depois de discussão

O corpo do travesti ficou estirado no asfalto
A polícia de Sarandi/PR está no encalço de um caminhoneiro ainda não identificado, que no final de semana matou o travesti Jhonatan William dos Santos Camargo por atropelamento e depois se evadiu do local sem prestar socorro à vítima, que ficou estendida no asfalto.

O atropelamento aconteceu na Avenida Bela Vista, no Bairro do mesmo nome. Policiais foram acionados por populares, que contaram que momentos antes de ser morto, o travesti discutiu com o caminhoneiro que o atropelou. Uma testemunha, que é mantida em sigilo, narrou o fato à polícia.

Apesar das intensas buscas pela região, até a postagem dessa notícia o caminhoneiro ainda não havia sido preso. O óbito da vítima foi constatado por socorristas do Samu (Serviço de Atendimento Médico de Urgência) e seu corpo removido pela Polícia Técnica ao IML da cidade mais próxima.

O caso foi encaminhado à Delegacia de Polícia da cidade e o inquérito já foi instaurado para apurar o caso. Vários alertas com as características do caminhão foram divulgados pela polícia, e o delegado responsável pelas investigações promete solucionar o caso bem rápido.




Comentários