Homem se mata após tentar tirar a vida da ex-mulher e arma falhar quatro vezes

Júlio se matou após tentar matar Cácia

O ex-vigilante Júlio César dos Santos Villa Nova, 55 anos, se matou depois de entrar na casa da ex-mulher Cácia Regina Pereira da Silva, 47 anos, atirar ácido em seu rosto e tentar matá-la a tiros, o que só não aconteceu, porque a arma falhou nos quatro disparos efetuados por ele.

O crime ocorreu na noite de quinta-feira, 25, quando o ex-vigilante invadiu a casa da ex-mulher em Sobradinho/DF. Depois de atirar em vão na mulher, Júlio César mirou a própria cabeça e, dessa vez, a arma não mascou e ele morreu na hora. Parentes de Cácia afirmaram que ela está irreconhecível.

Júlio entra na casa da ex-mulher ...
As câmeras gravaram o momento que Júlio César entrou na residência de Cácia e minutos depois ela saiu correndo em busca de ajuda após o ataque. Ela foi socorrida pelo Samu (Serviço Médico de Urgência) ao Hospital Regional da Asa Norte em estado grave, onde permanece internada.

O casal estava separado há mais de uma década e tinha uma filha adolescente de 13 anos, que não estava em casa. Júlio, demitido recentemente do seu trabalho em um shopping, tinha uma passagem pela polícia pelo crime de furto em 2011, mas nenhuma por violência doméstica.

... logo depois Cácia sai correndo pedindo socorro
Segundo o delegado plantonista da 13ª Delegacia de Polícia de Sobradinho, Wander Machado, Júlio César já tinha prometido matar a ex-mulher e naquele dia, antes do crime, chegou a dizer que se ela não ficasse com ele, não ficaria com mais ninguém, e atirou o ácido contra seus olhos.

Familiares disseram à polícia que Cácia não acreditava que o ex-marido tinha coragem de matá-la. Como o autor do crime morreu, para solucionar e finalizar o caso, os policiais usarão a versão da vítima. “Só ela poderá nos dizer o que o levou a fazer algo tão brutal”, disseram os policiais.

Na sexta-feira, 26, o Corpo de Bombeiros do Distrito Federal foi acionado para fazer a neutralização e a remoção do local, de resíduos de ácido sulfúrico e objetos contaminados. Cácia segue internada, mas os médicos acreditam que ela perderá um dos olhos atingidos pelo ácido.





Comentários